segunda-feira, 14 de junho de 2010

Pós-dia-dos-namorados!


Era para eu ter escrito ontem, mas não vou mentir, estava sem um pingo de coragem, criatividade e força pra escrever. Passei o dia inteiro digamos que com "ressaca" devido a festa que dei no meu ap para comemorar o dia dos sem-namorados ou como diria as solteiras inteligentes, a noite das solteiras. A festa não teve nada demais, somente aquelas mesmas coisas que se fazem em festa, convidei umas amigas, organizamos os comes e bebes, fizemos brincadeiras e contamos aqueles segredos mais ocultos no jogo da verdade, colocamos umas músicas fechosas e dançamos até não podermos fazer mais nada. É muito engraçado as voltas que a vida dá, nunca saberemos o que realmente vamos ser ou fazer daqui a alguns anos, mas tem uma coisa que sempre permanecerá intacto, que é o que nós somos, pelo o que lutamos e no que acreditamos. Então, por mais que façamos coisas loucas ou que não saibamos mais o que será das nossas vidas, por mais que fiquemos solteiros ou sozinhos e sejamos abandonados, sempre existirá no fundo de cada um de nós a solução, pois, o que os olhos não veem e o que o coração se nega a sentir é o que nos fará passar por cima de tudo para continuarmos as nossas vidas, sem jamais esquecer que o princípio de uma vida é o amor próprio.

Nenhum comentário: