terça-feira, 23 de junho de 2015

Never look back

Você acha que eu seria tão idiota ao ponto de cometer por uma segunda vez o mesmo erro? Acha que algumas palavras de desabafo, trocadas dias antes, seria o suficiente para trazer à superfície alguma imbecil apaixonada disposta a cumprir todas as tuas vontades? Disposta a se entregar como uma ovelha obediente ao calvário da tua indiferença? Como eu posso te dizer todos esses sentimentos que se formaram em meu coração, sem cometer alguma loucura? Como eu posso te dizer que você é a pior espécie de covarde que existe na face da terra? Sim, um covarde, que se apoia em vãs desculpas e desejos hostis. Tua máscara parece ser uma residente constante nas tuas relações. Como saber o que se passa aí dentro desse peito vazio e confuso? Talvez eu não tenha falado com clareza suficiente quando disse que não mais seria eu a dar qualquer passo. Eu não quero ser mais uma no teu arsenal, nem a melhor ou a mais inesquecível, eu só queria ser a única, eu só queria ser amada e respeitada. E nem adianta falar em arrependimentos ou consciência pesada, nós sabemos muito bem a data de validade dos teus "inconvenientes". Eu só me arrependo de não ter sido corajosa o bastante para dizer que você nunca mais sentiria os teus lábios nos meus, de não ter dito que eu nunca mais seria tão idiota ao ponto de me entregar a você, de me jogar aos teus pés e deixar meu mundo girar conforme os teus desejos. Se algum dia eu me deixei levar por uma paixão tola juvenil, confiando a você meu coração e sofrendo muda no peito quando você fingiu por um longo tempo que o que aconteceu entre nós nunca existiu, pois, bem, isso nunca mais vai acontecer. Não há garantias que esse sentimento foi embora, mas se existe alguma certeza nesta vida é de que não há nada que querendo muito não possamos obter, quando lutamos com todas as forças em prol disso. E não há nada que eu queira mais que obter você fora do meu sistema. E não há nada que eu queira mais que seguir em frente sem procurar teus olhos a cada passo, sem desejar teu sorriso a cada esquina, sem querer o teu toque a cada despedida. É isso, preciso dar passos em direção ao meu futuro sem olhar pra trás, sem olhar pra você, sem desejar o nós.