sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Liberdade de ser

Li uma frase, certa vez, que me tirou totalmente do rumo dos meus afazeres. A frase é de Clarice Lispector e dizia o seguinte: "Liberdade é pouco, o que desejo ainda não tem nome". Acho que isso não pode ser chamado humano. Às vezes penso que seja divino. Muitos dizem que a liberdade é antes de tudo, o poder que se tem de dizer a uma pessoa o que ela não quer ouvir. Já outros dizem que não adianta ter liberdade, se nós não temos o direito de errar. Mas a verdade é que cada século tem um espírito que o caracteriza...e dizem que o nosso é o dito cujo. Mas, desconfio muito dessa acertiva. Quem analisa liberdade não tem liberdade. É igual a humildade. Quem é humilde não se diz humilde, se faz. Então, ser livre, não tem nada a ver com curtir, badalar ou ferir os outros e a si mesmo. Ser livre é ter algo em você, que nada nem ninguém, nunca, poderá tirar. Liberdade não é ter dinheiro, fama ou qualquer outra coisa que remete o material. É algo que só aquelas pessoas que se conhecem de verdade tem. Porque se permitem errar, sem errar com os outros. Então, caracterizo a minha liberdade, como o desejo que tenho de estar sempre de bem comigo, sem me trair.

P.S: E qual é a sua?
P.S²: Para entrar nessa comunidade no Orkut - Click aqui

Nenhum comentário: