sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

As pessoas não são perfeitas (exceto quando sorriem)!

Foi como aquelas paixões imediatistas. Aconteceu indiretamente no meu coração. Plantou uma semente de dúvida nas minhas certezas. Arrancou um pouco da pouca razão que eu ainda tinha na cabeça. Foi como naqueles romances ou como costumam dizer os românticos: "amor à primeira vista". Se bem que não foi tão à primeira vista assim. E também não foi à vista, teve um alto preço: "sanidade". O que era são deixou de ser sã. Aí já viu, me apaixonei!

Nenhum comentário: