segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Expressões

A chuva cai, o pensamento voa  e o corpo fica. Como se pode viver em um mundo com tantas obrigações a serem cumpridas? São tantos os sonhos e são tantas as dívidas já feitas, que penso nas conquistas de amanhã  e nas dívidas que serão na mesma proporção, até que um dia, eu fique sem  nada. Então, para quê ajuntar se um dia nada vai ser nosso? Para quê viver se nem ao menos nossa vida é nossa? Fico por aqui...Fui!

Nenhum comentário: