quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Solitária

Porque de tudo que eu vi, vivi e vou viver. Sinto e me permito sentir esse mesmo vazio que toma conta da minha vida. Tristeza que bate, sim. Certezas que vem, não. E continua esse impasse de adivinhação. Será que o “eu” anda em meio a defeitos? Ou o problema é você? De todas as coisas que sei e de todas as coisas que eu poderia saber, trocaria tudo isso por uma amizade pura e sincera, sem apegos ou apelos emocionais. Só a razão, mesmo que ela sobreponha a própria sanidade. Ou a fé, que tem sua própria razão e alcança através dela a contradição de todos esses fatores racionais. A felicidade é totalmente relativa, e a verdade absolutamente contradizente. Você está certa, eu errada, mas, quem realmente é a dona da verdade? Ninguém. Então, fico no meu mundinho solitário. Guardo minhas palavras inúteis. Armazeno minhas mágoas e sofro com minha dor sozinha, novamente. Você me entende? Não?!? Nem eu!

2 comentários:

daniela disse...

rsrsrrsrsr..Eu..Eu..Eu!!!!
I love tu Luizaa!!

coelho disse...

I am tooooooo