quarta-feira, 29 de setembro de 2010

"Alguma coisa..."

Escrever é tão fácil quanto realmente se imaginar a leitura de um poema. Não se escreve apenas por escrever. Até mesmo quando você escreve por nada, você descreve alguma coisa, você sente alguma coisa, você expressa alguma coisa. E é de "coisa" em "coisa" que nascem os grandes poetas e escritores. Não que eu esteja dizendo que perante as minhas "coisas" eu serei boa realmente em "alguma coisa". Eu só sinto que quando eu escrevo, eu descrevo cada pedaço do meu ser. É através da escrita que eu me permito falar de certas coisas das quais não falo a ninguém. E são com essas palavras que eu choro, grito e me revolto. São com essas palavras que me faço presente com o "eu" que eu sempre descrevo em meus textos. Através da escrita se cria um universo paralelo onde tudo é real e possível, onde tímidos tornam-se ousados, onde fracos tornam-se fortes. Através da escrita, fala-se sobre a verdade das mentiras que contamos no conviver. E é escrevendo que se conquista esse mundo irreal.

Nenhum comentário: