sexta-feira, 1 de abril de 2011

Uma tal louca teoria

Eu estava lendo uma postagem que Flavinha escreveu para o Expresso Ideias, cujo o título Um sujeito Pós-moderno mecheu muito comigo. Lembrei-me de uma antiga postagem minha A Sedentarização da Cidadania onde falei sobre alguns pontos específicos de uma "teoria" que inventei. Criar teorias é fácil, o difícil é conseguir fundamentar e definir todas elas. Por isso, fico apenas com algumas considerações acerca do tema, e busco, ainda inutilmente, definir o objeto da minha pesquisa. Quero destacar um outro ponto que chamou muito a minha atenção, que foi uma frase que Sabrina (a autora) usou no Blog, dizendo:
"Será que eu estou pensando apenas sob uma ótica conservadora? Ah, as crianças deveriam usar os livros, eles estão sendo consumidos, não por mentes incessantes e sim pela poeira..."
Tudo isso não passa da pura verdade e é resultado da Sedentarização da Cidadania, o fenômeno da regressão parcial da sociedade. Será que é conservadorismo, ou a sociedade está mesmo regredindo algumas escalas da sua contemporâneidade? Trocar certos hábitos e viver de tecnologia é o que há, mas até que ponto essa modernização está influindo nos nossos valores?

3 comentários:

B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
B. disse...

Concordo com você Luaz...há males que vêem pro bem assim como há progressos que vêem pro "mal", não adianta evoluir em tecnologia e regredir em princípios, valores e sentimento de humanidade, antigamente tudo era mais bonito e sabe por quê? porque não era tão fácil! Sábios aqueles que renunciam a preguiça e preferem ser " à moda antiga"...Mesmo que não totalmente desenvolvido seu protesto vale á pena...espero que conscientize mais pessoas para que antes de pensarem em dar um pc ou um videogame aos seus filhos, entreguem um livro, mesmo que velho e até de páginas amareladas...porque só assim eles vão saber o que é magia e perceber que nem tudo pode ser programado, principalamente as pessoas!

Luaaz disse...

Ouwnn babii! Brigada...