segunda-feira, 11 de abril de 2011

o encontro.

Quando se gosta de alguém e esse alguém está distante, míseros meses parecem anos. Quando a paixão nasce logo à primeira cara, esse sentimento se torna um tanto quanto extremista.  E quando esse alguém cria um nó na sua cabeça sobre o gostar ou não gostar, aí não tem jeito, se jogue logo de um prédio - brincadeira. Os dias passaram arrastados, os sentimentos pendurados e o coração defunto dentro do peito. Escolhi o ontem na tarde pra fazer a tal aparição, o reencontro. Nervos a flor da pele, flor na pele dos nervos e aí por diante, sem razão. Coloquei meu cabelo novo, minha vida nova, me revesti das certezas e joguei na lata do lixo do arrependimento as dúvidas quanto ao sentimento. Coloquei o salto da luxúria, o batom da ousadia e me banhei com o perfume da simplicidade. E então, bati na sua porta com uma promessa: "se for você o tal, então serei eu a tua". Olhei novamente pra o meu novo relógio dos planos, e contei os segundos que viraram minutos até eu perder a coragem. Você abriu a porta, eu tremi. Enfim, a resposta veio, você foi o tal e agora eu tinha que ser a tua. Aí a dúvida bateu de novo: "será que é destino ou mera coincidência". Dá no mesmo: "O que é a coincidência senão a personificação do poder do destino?". Deus é assim, faz por meio do que não é para mostrar que na realidade é.

3 comentários:

× Sabrina Lucas × disse...

Ahh, identifiquei-me tanto com o texto =D

as co-incidências da vida...tão boas aiai

os sentimentos,negações e sínteses dos momentos e de si, conforme diria O teatro mágico:
beleza da contradição
é negar a si mesmo
e negar a si mesmo
pode ser também encontrar-se com Deus
com o teu Deus
Sem horas e sem dores
Que nesse encontro que acontece agora
cada um possa se encontrar no outro
até porque...
tem horas que a gente se pergunta...
por que é que não se junta
tudo numa coisa só?

Beijoos

Luaaz disse...

música linda, obrigada! =)

Layra disse...

Realemnte a coincidência é uma das coisas mais maravilhosas do mundo. Sabe, com o seus texto, eu realmente viajo para um mundo de entedimento e paz, isso me faz perceber as simples coisas da nossa vida, e o que acontece em todas as cituaçoes.
Isso realmente aconteceu comigo, me perguntar se o tal era o cara certo e, infezlimente, não era... rsrsrsrsr.
Lindo, tudo de bom os seus textos.
Beijos