domingo, 24 de abril de 2011

Declaração interna.

Eu sinto tanto a falta de você que chega até a doer. Já pensei inúmeras vezes o que posso fazer com esse sentimento, mas a forma como você segura a minha mão e olha nos meus olhos não está ajudando. Você disse que gosta de mim, e mesmo sem eu dizer, você sabe que eu também gosto de você. Às vezes eu sinto que o mundo vai acabar se não estivermos perto, mas a verdade é que meu mundo se destrói toda vez que você vai embora. Eu fecho os olhos e tento voltar o tempo em que te conheci, tento não ter te visto da forma que vi e não ter me agradado do que vi aí dentro. Você fala coisas que o seu coração deseja e esconde todas elas dentro da sua piada. Será que estou enxergando mais do que deveria ou te amando mais do que posso? Não sei. Só sinto que tenho que ficar perto de você e rir com você e rir de você. Preciso estar em teus braços e sentir a tua força e ser parte da tua força, ser parte de você. Cada palavra que você fala, por mais que às vezes seja tola, é bem vista por mim. Tuas brincadeiras não me chateiam, eu apenas tenho ódio de como elas me conhecem tão bem, de como elas mexem comigo e florescem no meu peito um sentimento que eu nunca tive. É como se toda a minha adolescência (reprimida) fosse colada na base da minha cabeça, fazendo-me esquecer de tudo, menos você. A insegurança me consome os neurônios e a tua presença cura todo medo que eu tenho ou que tive e vou ter. Te querer é como uma droga que me faz ser tua prisioneira. É como não poder viver sem saber de você. É como não ser nada além daquilo que você quer que eu seja. Então, se é a mim que você quer, me tenha. Se é meu carinho que você deseja, tome. Você já levou quase tudo o que construí nesses anos e o problema é esse: você me roubou (completamente), mas parece que ainda não sabe disso ou talvez, seja esse o seu medo, me ter.

2 comentários:

B. disse...

KKKKKK adorei a foto...seus textos estão cada vez mais sentimentais...coisa de quem tá apaixonada!!!

Luaaz disse...

num entrega não babii! hahahhaha