quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Se pudesse te falar agora diria coisas que nem mesmo eu acreditaria. Diria que meu mundo não é mais o mesmo depois de você. Que eu nunca mais serei “aquela” garota que um dia eu fui. Diria que perdi a vontade de ter meus velhos hábitos e agora sóbria, tento encontrar os porquês de não ter encontrado o porquê de ter te deixado sair por aquela porta.

Sei do que escrevo, e por ora, isso basta. 

Tento colocar as tais verdades que se tornam mentira antes mesmo de as por no papel. Amor só senti uma vez. Mas paixão, essa sim, já senti demais e cansei.Talvez o amor seja a mera comodidade de ter a certeza que alguém se importa com você.

Certa feita alguém me disse que não acreditava no amor, mas o amor é dessas coisas que não precisa de ninguém para acreditar. Ele de fato existe. Talvez não da forma que imaginamos que ele seja, mas da única forma que somos capazes de fazê-lo.

Um comentário:

- Bruna - disse...

, que lindo, amei *-*