segunda-feira, 17 de maio de 2010

Desilusão


Quando a tristeza bate, você não tem idade, nem cara, nem coragem. Você é apenas mais um que foi pego pela dor. Às vezes eu acordo, me olho no espelho e vejo apenas uma sombra que vive no passado, se alimenta dos escombros deixados e vive à procura de um outro alguém. Talvez um alguém, uma coisa, uma nova dor, uma saída que me deixe cada vez mais presa nesse meu mundo de fantasias. Seja num olhar, ou num beijo, seja com a saudade, mas na realidade meu coração é feito folha, que quando na árvore não se importa em dividir, mas que quando no chão se lembra de cada coisa que doou, de cada coisa que cedeu, de cada coisa que não viveu e que na realidade te fez chegar ao chão. Não me pergunte o porquê, pois na realidade ele não existe. Eu sou mais uma entre milhares de pessoas, eu sou mais um grão no meio da areia, sou apenas mais uma gota no oceano, sou apenas mais uma estrela no céu, sou apenas mais uma pessoa que sofre e não vou pensar ou me iludir esperando que o tempo, que a vida e que o mundo pare pra consertar o meu coração, vou tentar seguir em frente, com as minhas dores, com os meus defeitos, com os meus medos e vou tentar esquecer que um dia te conheci.

Nenhum comentário: