quinta-feira, 17 de março de 2011

A casa está aberta, entre.

Bem, faz muito tempo que não escrevo algo que não seja versos ou frases rápidas. Talvez eu esteja perdendo o hábito com essas tais palavras que insistem tanto em me perseguir (rsrsrs). Mas, enfim, estava com saudade do tempo em que postava assim, simples e crítico. A vida é tão corrida, que esquecemos os detalhes de um passado que realmente fez diferença. Já recebi (de Saulo), por exemplo, várias ideias para o Blog, quase todo dia ele chega com um tema diferente. Ele passou pelas crises mundiais e se instalou, agora, no lixo internacional que infecta a mídia brasileira. Porém, não tenho ânimo pra escrever textos que passem das três linhas. Essa é a realidade que me abate toda manhã: acordar, comer, estudar, comer, dormir, estudar, estudar, comer, estudar, dormir. A vida é assim. Ela gira em torno do eixo dos nossos sonhos. Ela preenche os espaços vazios com esperança. Esconde a solidão com humor. Cria a linguagem dos oprimidos pela máquina capitalista e ainda tem a ousadia de implantar esses sonhos como se fossem nossos. Tá vendo? Já tá eu de novo filosofando com a vida ou será que é ela que tá filosofando comigo? A vida é um grande mistério, mas não esqueça que Deus sempre está ao teu lado!

Nenhum comentário: