quinta-feira, 10 de março de 2011

"...como um retrato esquecido, eu pinto o céu do teu nome com o meu amor. Esqueço até que não tenho mais tintas e esqueço também que não tenho mais céu. Só tenho você e mais nada."

Nenhum comentário: