sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Vem pra mim

"Coisas erradas acontecem comigo,
sonhos estranhos me perseguem,
gostos distantes ficam em mim.
Eu não vivo, não sonho, nem canto.
Eu desisto, me iludo e sofro.
Eu gosto de sofrer,
gosto de chorar,
gosto de perder,
E sempre vou te perseguir.
Eu vivo num constante jogo de sobrevivência,
eu sou o coelho e você sempre será a Alice perdida.
Não aguento mais fugir de você,
ou é você que foge de mim?
Quero te encontrar e vou continuar buscando.
Até que, finalmente, você caia no meu mundo."

2 comentários:

Layra disse...

Amei....colei viu..
Esse vai para o meu caderninho de poesias e fazes!
beijos

ThayFreir disse...

Lindo lindo! Amei