domingo, 17 de outubro de 2010

Tudo em branco

Entro no quarto, sento na cadeira do computador e passo horas olhando pra uma tela em branco que expressa bem mais a minha vida do que as palavras que quero escrever. Não sei o que dizer, falar ou pensar. Minha mente também tá vazia. Eu não penso, não escrevo e mesmo assim permaneço parada em frente à essa tela. Já pensei em todas as palavras e todas as situações possíveis e impossíveis à minha escrita, porém, nada do que faça vai me fazer alguma coisa. Eu nunca serei aquilo que um dia, numa noite bem distante, o meu "eu" desejou ser em sonho. Acordo todas as noites presa nessa realidade sem fim. Mexo e remexo a cama, me viro e deito e levanto e acordo de novo. Não tem como não dormir e acordar pensando na vida. Todos os pontos e traços do meu corpo me lembram a história passada da ilusão. Ilusão esta que me carregou por entre muitos campos de pensamento. Conheci frutas e comi flores. Enxerguei o outro lado da memória da tua alma. Eu vi você e eu me vi. Porém, não lembro mais se algum dia te quis aqui por perto. Agora, continuo e permaneço em frente à essa tela vazia e mesmo assim penso em você.

Um comentário:

★★ GIZA ★★ disse...

OLA
ADOREI SEU BLOG E ESTOU TE SEGUINDO.
TE CONVIDO A ME FAZER UMA VISITA:
WWW.FLORDELOTUS29.BLOGSPOT.COM
ME SIGA. VOU ADORAR QUE SEJAMOS AMIGAS
BEIJOS