sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Ao homem da minha vida,

"...nos teus olhos tão profundos,
na tua graça tão intensa,
nas luzes, cores e princípios.
Nos versos, brilhos e indícios.
Vejo o teu rosto,
vejo o teu corpo,
sonho, viajo e imagino.
Não dá mais só para pensar."

Nenhum comentário: