domingo, 22 de agosto de 2010

Formas de mim

Lembro sim. Lembro com perfeição das formas e dos beicinhos que ele faz quando me beija. Não que seja um daqueles beijos que te roubem o fôlego e que te inquietem a alma. Talvez, na realidade, nem mesmo eu tenha já o provado enquanto a minha existência. Pra falar a verdade, acho que provei sim, mas, não em bocas diferentes. Em uma só, durante um loooongo tempo. Mas, quando se passa tanto tempo e dentro desse tempo você jamais provou algo diferente, surge aquela pergunta: "será que é realmente isso que eu quero pra minha vida?". E a distância aumenta, o tempo congela, a vida voa de pernas pro ar. Não que o tempo da vida tenha pernas, mas, se ele não tem, por que vive correndo de mim? 

2 comentários:

Livinha disse...

Corra atrás dele!
Ele está te testando,
te convidando para uma maratona.
É orgulhoso, desafia-te pra sentir-se mais que querido e te ver lutar por ele.
É incentivo, é força, é alegria.
Uma brincadeira gostosa de sentir, como gato e rato para que vivamos as glorias de haver lutado e conseguido.

Adorei o texto.

Linda semana

Bjs

Livinha

evanir disse...

Amei seu blog estou seguindo você.
www.fonte-amor.zip.net