quinta-feira, 18 de novembro de 2010

"São nessas primaveras e verões que você desaparece
 por inteiro dos meus pés. Só fica eu, eu e o mundo..."

Nenhum comentário: