sábado, 13 de novembro de 2010

Hoje,

"...as distâncias me prendem e a minha vida pára.
Que pena que nada dura pra sempre."

Nenhum comentário: