terça-feira, 25 de outubro de 2011

Sem nexo.

É como grão de areia, pó de giz, água em boeiro, pedra em nariz. 
É como o chão no teto, dedo da mão no pé, olho no ouvido, passos em ré. 
E cantando vou seguindo na estrada desses mistérios, 
sem saber do que escrevo nem do que escreverei.

Um comentário:

B. disse...

Amo Beatles, eles falam de amor de uma forma simples e bela, e depois dizem que ingleses são frios! Adorei o post!