segunda-feira, 16 de maio de 2011

Viver. Pensar. Ser feliz.

Teve um tempo que as horas eram curtas demais e os dias exacerbadamente rápidos. Eu parecia estar em uma maratona, tendo que correr cada vez mais veloz, tendo que pular cada vez mais alto. Tudo era um desafio, uma promessa de sucesso, um pedido de superação e eu corria cada vez mais. Os bolsos eram cheios de sonhos, a cabeça cheia de estratégias e os pés prontos para a caminhada. Vivia planejando isso, querendo aquilo, lutando por alguém, querendo ser amada. Hoje, só quero continuar viva, ser feliz. Tento não me posicionar sobre nada, nem ninguém. Quero ficar assim, quieta. Apreciando cada fase em mim, pensando mil vezes antes de expressar meus sonhos ou ideias, sentimentos, não tenho pressa pra fazer tudo o que quero e nem tenho estômago pra fazer o que as pessoas querem que eu faça. Só quero ficar aqui, parada, olhando os carros que passam por minha janela, ouvindo o barulho irritante do mundo lá fora e querendo paz, sossego. Se o mundo tem pressa, eu não tenho. E você também não deveriam ter. A vida é curta, talvez na próxima esquina encontremos a tal luz que tanto falam que terá a morte.

Nenhum comentário: