terça-feira, 31 de maio de 2011

Nada em mim foi covarde, nem mesmo as desistências: desistir, ainda que não pareça, foi meu grande gesto de coragem. 
C.F