sexta-feira, 13 de maio de 2011

Jogo de sobrevivência.

Andei pensando: "essa não é a primeira vez que me acontece isso", não é a primeira e não será a última. Passei inúmeras vezes por esse mesmo caminho, conheço pedras, espinhos, atalhos, conheci pessoas, desvencilhei-me delas, me perdi, achei e agora estou aqui, cheia de mágoas novamente. Não é provável que eu me perca de novo ou talvez, eu esteja enganada, ainda é matematicamente possível o velho erro. A gente julga conhecer os outros, mas mal nos conhecemos, então, é improvável que saibamos metade do que os outros sabem de si mesmos. Esse é um processo longo de percepção, não recorra à idade pois o que define isso é a profundidade dos fatos que nos formam. Então, sua percepção será maior na medida em que as tuas experiências te marcam. É por isso que sabedoria tem mais a ver com dúvidas do que certezas. Quem é sempre certo do si e das suas verdades, deixa um detalhe pequeno, mais não tão pequeno, solto: "a verdade sempre vai além da gente." Não tente consertar o passado, o que aconteceu, aconteceu, e nunca mais será o mesmo. Feche seus olhos e relaxe,  imagine um futuro feliz, isso basta, por ora.

Nenhum comentário: