quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Pra passar o tempo\*


PERFIL:

Nome? Luiza Catarina.
Idade? 18.
Aniversário? 15 de novembro.
Profissão? Estudante Universitária.
Estado civil? Solteira.
Onde vive, casa ou apartamento? Apartamento.
Irmãos? Um irmão.
Animais? Nenhum.
Fuma? Never.
Bebe? Não.

APARÊNCIA:

Piercings? Não.
Tatuagens? Não.
Aparelho nos dentes? Não.
Roupas? Depende do clima, do humor, de onde vou...
Cor dos olhos? Verdes.
Cor do cabelos? Originalmente loiro escuro,
mas agora uma mistura de loiro, laranja e vermelho.

FAVORITOS:

Cor? Nenhuma em especial.
Número? 15
Animal? Cachorro.
Flor? Rosa.
Comida? Pirão, bode cozinhado e arroz. hehehe
Sabor de sorvete? Frutas tropicais, creme com passas e cajá.
Doce? Musse de maracujá ou limão.
Bebida alcoólica? Vinho.
Gênero musical? Depende do momento, sou do tipo eclética.
Banda/artista? É perdido me perguntar, não sei responder.
Música? Ultimamente, Inventor de Amor.
Livro? A Cidade do Sol.
Filme? Sete Vidas, À Procura da Felicidade,
A Verdade Nua e Crua, Diário de uma Paixão.
Programa de tv? Amor e Sexo.
Melhor amigo? Tem uma pra cada momento, ou,
uma ou mais, pra todos os momentos.
Dia da semana? Sábado.
Esporte? Nenhum, por enquanto.

OUTROS:

Sabe dirigir? Ainda não, mas vou aprender daqui há um mês.
Tem moto/carro? Não
Fala outra língua? Ainda não, mas tô fazendo curso de English.
Coleciona algo? Cartas, recados, fotos, lembrancinhas...
Fala sozinho? Sempre que possível, até em pensamento.
Se arrepende de alguma coisa? De coisas que nem vale mais a pena lembrar.
Religião? Cristã Protestante.
Confia nas pessoas facilmente? Não.
Perdoa facilmente? HOJE, Sim.
Se dá bem com os teus pais? Sim.
Desejo antes de morrer? Ser feliz.
Maior medo? Me tornar uma vítima de mim mesma.
Maior fraqueza? Não posso dizer...uma mulher nunca revela suas fraquezas.
Toca algum instrumento? Não.

ALGUMA VEZ...

Escreveu alguma poesia? Sim, e muitas.
Cantou em público? Sim.
Fez uma performance no palco? Sim, teatro e dança.
Andou de patins? Menos do que eu queria ter andado...sem infância ;(
Teve alguma experiência de quase morte? Quase fui jogada de um penhasco por um cavalo.
Sorriu sem razão? Inúmeras e incontáveis vezes.
Riu tanto que quase chorou? Ri tanto que chorei.
Como você está se sentindo hoje? Feliz.
O que te faz feliz? Saber que existem pessoas que
realmente gostam de mim, por aquilo que eu sou.
Com que roupa está agora? Um short verde e uma blusa preta,
ambos absolutamente desgastados.
Cabelo? Coque bagunçado ou rabo de cavalo.
Brincos? Argolas.
Algo que você faça muito? Ler.
Conhece alguém que faça aniversário no mesmo dia que você? Sim, mas não lembro quem.
Está conf
ortável com o teu peso? Razoavelmente.

ACABE A FRASE:

Gostaria de ser... mais confiante.
Eu desejo...me realizar de todas as formas possíveis.
Muitas pessoas não sabem... mas eu não escondo quase nada de quase ninguém.
Eu sou...uma louca comportada.
O meu coração é...drogado.

Nenhum comentário: