segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Vitrine


Sonho com você de olhos bem abertos e de coração fechado. Acho que é medo de me apaixonar. Medo de não ter mais controle sobre a minha vida e ser deixada a sua total mercê. 

Penso nas diferentes formas que você me faria bem. No beijo pacífico e no toque sutil que me daria naquelas noites geladas. O seu abraço seria meu cobertor e as tuas palavras minha música favorita, ou melhor, as minhas, já que eu não paro de falar nunca.
É por esse motivo que eu te escolheria, por ser tão altruísta nas palavras, por me deixar desabafar o coração e me fazer confortável em fazê-lo pra você, embora eu não seja clara em nenhuma dessas vezes.

Olho pra o espaço vazio do tempo, as paredes desbotadas, a iluminação já gasta e a expectativa na vitrine, cheia de poeira.


Nenhum comentário: