terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Medo de amar.

Eu me pego várias vezes tentando decifrar nossas conversas, entender nossos excessos, querendo te encontrar online pra falar coisas que eu nem sei. Minha determinação em não te querer mais tem sido maior que essa fraqueza, ou melhor, pecado pessoal, ou será sentimental? Me pego olhando para as paredes, desejando estar em outra lugar, com outro alguém. Me pego contando os dias, as horas, desejando que o tempo passe, que o mês acabe, que o ano finde. Me pego desejando querer amar, querer me apaixonar, querer conhecer alguém e me entregar de forma integral. Cansei de ser metade imperfeita. Cansei de me enganar buscando partes que não encaixam. Às vezes a gente aceita bem menos do que achamos merecer. Acho que é medo! Medo de não encontrar alguém que nos ame tão quanto imaginamos que devemos ser amadas.

Nenhum comentário: