terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Remendo.

Como pode doer tanto? Saber que você tem uma infinidade de outros passatempos? Como pode me rasgar desse jeito? Saber que tudo o que falamos não passou de uma coisa qualquer pra você. Meu coração doi, se isso realmente for possível. Acho que a sensação certa é esse vazio dentro de mim, é como se alguma coisa tivesse puxado o meu ar para fora e tivesse comprimindo meus pulmões. Todos os meus órgãos têm dançado dentro de mim. Estou enjoada. Estou enojada de mim. Tenho vontade de vomitar. Vontade de chorar. Vontade de te xingar. E eu só peço a Deus que as lembranças vão embora. Eu preciso esquecer o quanto desejei que o teu sorriso fizesse par com o meu. Preciso esquecer o quanto desejei que você gostasse de mim. Preciso esquecer o primeiro abraço, aquele que arrebatou o meu mundo e me tirou do chão. Se eu pudesse culpar alguém, seria aquele abraço. Ele confundiu a minha mente.

Nenhum comentário: