domingo, 2 de setembro de 2012

Tudo e nada.

O tempo tem passado rápido... mas, ele queima por dentro. 
E é como se em nós ele continuasse parado,
mesmo passando sem nem ao menos olhar para trás.

Nenhum comentário: